segunda-feira, 23 de julho de 2018

Professor Nilson Junior se fez presente no Estágio para Treinadores de Futsal


De 16 a 20 de Julho o professor Nilson esteve presente no Estágio para Treinadores de Futsal na capital nacional da modalidade em Carlos Barbosa, Rio Grande do Sul. 
Foram 5 dias de programações e conteúdos teóricos e práticos todos voltados para o futsal e com os mais gabaritados profissionais do país. 
Participaram do estágio professores de quase todos os estados do Brasil além de um Colombiano e um Angolano.

Conteúdos:
  • Gestão de clube e projetos Lavoisier Freire.
  • Métodos e processos do treinamento de futsal Prof. Marquinhos Xavier.
  • Jogo especial/bolas paradas prof. Edgar Baldasso.
  • Preparaçao Física e controle da base ao rendimento Prof. Alexandre Baldasso.
  • Treinamento e preparaçao de goleiros Prof. Marcus Bianchi Guaíba.
  • Observações práticas no futsal feittas pelo Prof Marquinhos Xavier:
  • Elementos de liderança no futsal Prof. Luciano Elias.
  • Metodologia para formação de atletas de futsal prof. Felipe Sá técnico das categorias de base do Santos F.C.
  • Processos de ensino aprendizagem e treinamento no Futsal prof. Adriano Gomes.
  • Marketing e mídia no futsal prof e comentarista do Sport Tv Marcelo Rodrigues.

Professor Nilson comentou que sempre busca capacitação nas modalidades de futebol e futsal com o propósito de aperfeiçoamento e uma nova visão de atualidade para as modalidades, pois com conhecimento e a experiência tem uma evolução para aplicação dos métodos de ensino aprendizagem daqui pra frente quando montar suas equipes.

"Foi íncrivel profissionais graduados e especilistas debatendo e organizando ideias atuais para evolução de formação de atletas para o futsal com autonomia, perfeito ainda com o idealizador do Estágio prof. Marquinhos Xavier atual técnico da Seleção Brasileira de futsal e da ACBF que é de uma simplicidade e busca aperfeiçoar os que apreciam e trabalham com futsal nos desafiando a buscar nossas metodologias de ensino.
E rolou até a pelada dos Treinadores onde jogamos na quadra da equipe que por sinal nos receberam com todo carinho os jogadores profissionais e da base, encontrei também nosso atleta Lageano Dentinho, os colegas Adleonardo e Dudu da Escolinha Kibola e o Juninho professor com Deficiencia de Mato Grosso um espectáculo de profissional de Educação Física mostrando garra e superação ".





terça-feira, 3 de julho de 2018

Handebol Masculino de Lages conquista o terceiro título consecutivo nos JESC

Além disso, a equipe representa a Fundação Municipal de Esportes (FME) em outras competições durante o ano
Fotos: Divulgação

Os Jogos Escolares de Santa Catarina (JESC), que reúne competidores de 15 a 17 anos, teve sua final disputada no último sábado (30 de junho), na cidade de Videira. Os campeões irão, agora, representar o Estado nos Jogos Escolares da Juventude.

No Handebol Masculino, os representantes de Lages são da Escola de Educação Básica Industrial de Lages. A equipe que é comandada pelo técnico Marlon Beretta, foi tricampeã consecutiva dos jogos. Além disso, a equipe representa a Fundação Municipal de Esportes (FME) em outras competições durante o ano.

Para Beretta, a vitória foi especial, um jogo extremamente difícil e eletrizante. “A sensação é ótima, ganhar três vezes consecutivas em um campeonato tão difícil como o JESC é sempre muito bom”, relata.

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Programa Novo Mais Educação promove oficina de jogos pedagógicos com materiais recicláveis

A oficina reuniu 27 professores que atuam nas 12 escolas contempladas pelo programa
A oficina tem como objetivo estimular a transformação de materiais recicláveis, como papelão, tampinhas, garrafas pet, barbante, entre outros, em jogos pedagógicos para serem utilizados nas modalidades oferecidas pelo programa / Fotos Daniel Costa

A coordenação do programa Novo Mais Educação, da Secretaria Municipal de Educação de Lages (SMEL), promoveu nesta quinta-feira (21 de junho) uma Oficina de Jogos Pedagógicos. O evento realizado na sede da SMEL reuniu 27 professores que atuam nas escolas contempladas pelo programa que oferece acompanhamento pedagógico para as disciplinas de matemática e português para mais de 760 alunos, de 12 escolas do 1º ao 9º ano do município. O programa que visa reduzir a defasagem do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) nas escolas, através de atividades, como dança, esporte e lazer, no contraturno ou nas escolas que possuem turno integral.

A oficina tem como objetivo estimular a transformação de materiais recicláveis, como papelão, tampinhas, garrafas pet, barbante, entre outros, em jogos pedagógicos para serem utilizados nas modalidades oferecidas pelo programa. “Cada professor vai adaptar o material para a sua modalidade, e com a possibilidade de uma visão interdisciplinar”, explica a coordenadora do programa, Marlete Palhano.

Foram realizados dois encontros entre os participantes da oficina. No primeiro, eles puderam trocar experiências sobre a realidade de cada escola, demandas, teorização das práticas e planejamento das atividades. No encontro desta quinta-feira, foi realizada a parte prática da oficina, com duração de 4h. Segundo Marlene, após a aplicação dos jogos nos encontros do Novo Mais Educação, será realizada uma exposição das produções. “Somos catadores e recicladores de ideias que se transformam em conhecimento”, resume Marlene.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Inter x Guarani no Tio Vida - 23/06/2018


Abertas as inscrições para o Congresso de Educação do Município de Lages

O evento neste ano será realizado nos dias 26 e 27 de julho, uma quinta e sexta-feira, no Centro Serra Convention Center
A data foi especialmente pensada por ser durante o recesso no calendário escolar, contemplando um maior número de participantes / Fotos: Toninho Vieira

Consolidado no calendário de eventos da cidade, atraindo milhares de congressistas todos os anos, o XIII Congresso de Educação do Município de Lages estará com as inscrições abertas a partir desta quinta-feira (21 de junho), até o dia 22 de julho, pelo site www.educacaolages.sc.gov.br. Os valores são R$ 30,00 para professores da rede municipal e R$ 40,00 para os demais interessados, lembrando que o evento é aberto a toda comunidade. O Congresso neste ano será realizado nos dias 26 e 27 de julho, uma quinta e sexta-feira, no Centro Serra Convention Center.

A data foi especialmente pensada por ser durante o recesso no calendário escolar, contemplando um maior número de participantes. O tema desta edição é “Formação Humana Integral: perspectivas e complexidade de um cenário em transição”. “Temos esta preocupação sobre como trabalhar com os conteúdos, numa perspectiva de instigar os estudantes suas habilidades e competências, dentro da sua condição humana integral, e não somente o conhecimento, mas também habilidades emocionais. Essa complexidade também remete à necessidade do fortalecimento da formação dos professores”, explana Carlos Eduardo Canani, o professor Cadu, que integra a Comissão Organizadora e diretor de ensino da Secretaria da Educação.

Palestrantes de renome

Quatro nomes estão entre os palestrantes principais, sendo eles Anna Penedo, atual presidente do Instituto Inspirare, Emília Cipriano, autora de livros e conferencista em eventos nacionais e internacionais, Márcia Hobold, da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), e o Professor Pachecão, conhecido nacionalmente por suas palestras motivacionais.

Grupos de trabalho discutirão temáticas diferentes

A Comissão Organizadora decidiu que neste ano a edição será realizada dentro dos mesmos moldes do ano passado. A abertura, na quinta-feira de manhã, e o encerramento, na sexta à tarde, serão abertos a todos os congressistas. Foram preparadas apresentações culturais para estes momentos.

Já nos outros períodos intermediários, este tempo será aproveitado para a formação de aproximadamente 95 pequenos grupos de trabalho, em oito espaços diferentes, com formato semelhante a oficinas que irão discutir questões mais aprofundadas, dentro da temática. “Este novo formato foi experimental no ano passado e vimos que deu certo, com uma boa aceitação. Ao longo dos anos o Congresso vinha perdendo participantes e na edição anterior conseguimos elevar este número. O evento ganha um caráter científico, com discussões democráticas com temáticas diferentes”, explica o professor Cadu.

Os grupos de trabalho contarão com espaços disponibilizados por instituições parceiras. São elas: a Uniplac, o Colégio Objetivo, o CAV, o Ifsc, o Sesi, o Senai, o Museu Thiago de Castro, o Centro Cultural (antigo Colégio Rosa) e a Unifacvest. Ao todo serão mais de 170 profissionais envolvidos no Congresso, desde os organizadores até professores que se disponibilizam a ministrar as oficinas voluntariamente. “Tivemos muitos parceiros voluntários, o que enriqueceu o evento e fez com que conseguíssemos melhorar os resultados”, diz Simone Feldhaus e Andressa Alano, da Comissão Organizadora.

Seminários paralelos

Uma novidade nesta edição é a realização do II Seminário da Educação Infantil, o I Seminário da Educação Especial e o I Seminário da Educação no Campo, que são eventos paralelos, incorporados dentro do Congresso, atendendo a todos os níveis educacionais, com programações específicas para esses públicos. “Os resultados do Congresso, refletem diretamente em sala de aula, pois vemos os professores muito mais animados, repercutindo através de atividades diferenciadas com seus alunos as discussões do evento”, comenta Andressa Alano.